Apostila de contrabaixo- aula 1

Anatomia do Contra-Baixo

bass

Ponte - uma peça muito importante do baixo. embora pareça que seja apenas um apoio para as cordas, é ela quem faz a transferência das vibrações das cordas para a madeira do corpo. em alguns baixos, as cordas não são presas na ponte, mas sim diretamente no corpo, visando um melhor aproveitamento dos graves.

Captadores – têm a função de transformar a vibração das cordas em som. através de indução magnética, o som é captado e transmitido para a saída. entre os vários modelos de captadores, os mais comuns são o jazz (padrão jazz bass), precision e piezo.
corpo - responsável direto pelo timbre do instrumento. assim como no violão existe a caixa acústica, o corpo do baixo é quem vibra, dando sustain e grave necessário ao baixo. é no corpo que são fixadas as cordas, o braço e a parte elétrica. o peso do corpo influi também no equilíbrio do baixo e no conforto do instrumento.

Mão - (parte onde se prendem as cordas via tarrachas) - além de servir para fixação das tarrachas tem muita influência no equilíbrio do instrumento. experimente tocar num baixo com mão e num sem (como factor, steiberg), e sinta a diferença!

Tarrachas - responsável pela afinação do instrumento, merece cuidados especiais quanto à manutenção e conservação.

Braço - parte fundamental do instrumento, deve ser firme o suficiente e de madeira estável. requer cuidado quanto ao uso do tirante, que é interno ao braço (conforme explicação acima). sempre que se trocar as cordas, checar se a curvatura do braço é aceitável, e se necessário, atuar suavemente o tirante.

Trastes - são as pequenas faixas de metal que se extendem ao longo do braço, responsáveis pela limitação e localização das notas. em alguns casos, é possível retirar os trastes para que se tenha um baixo tipo fretlees, que possui um som continuamente à base de "ligados"; e logo em seguida recolocá-los. desde que seja bem feito esse trabalho, claro! é baseado também nesse fator, além de outros já citados acima, que se obtém as variações sonoras que compõe o instrumento.

Aula 1 - Noções básicas

Leitura de cifras

Para começarmos esse curso, temos de aprender o uso das cifras, assim poderemos identificar o nome dos acordes. As cifras são os nomes que damos aos acordes, para isso precisamos saber os nomes das notas musicais que são:

Dó   Ré   Mi   Fá   Sol   Lá   Si

Para cada uma dessas notas damos o nome de uma letra, começando pela letra A que corresponde a nota Lá.

A=lá ;  B=si  ;  C=dó  ;  D=ré  ;  E=mi  ;  F=fá  ;  G=sol

Portanto:

A = Lá maior, a letra “A” corresponde a nota Lá, como ela está sozinha significa que o acorde é maior.

Am = Lá menor, a letra “A” corresponde à nota Lá, e a letra “m” significa que o      acorde é menor .

A7=Lá com sétima, a letra “A” corresponde à nota Lá, e  o  nº 7  que o  acorde é  com sétima.

Exercícios

Descubra o nome dos acordes:

  1. D7 – Ré com sétima
  2. C –
  3. Em -
  4. F –
  5. A7 -
  6. G4 –