Poesia não se vende

Poesia não se vende

    

 

  E B
Po esia não se vende então vale dinh eiro
  E
Não sei se cantar é sina e nem de que sou herd eiro
  E7 A
Mais meu destino é cantar f azer poesia simplór ia
  E B E
Semelhante aos pass arinhos  só cantar é minha gló ria

 

E7 A E
Não sei quem foi o po eta que com um nó na garga nta
  B E
Disse um dia apaix onado quem canta seu mal espa nta
E7 A E
Vivo distante da fa ma nem preciso muito d ela
  B E
Simples como a flor do c ampo eu levo essa vida tão b ela
  E B
C antando coisas tão simples tento fazer minha hist ória
  E
Sentimentos e paixões povoam minha memó ria
  E7 A
Mais nenhum deles conseguem  me roubar a alegr ia
  E B E
Se alguma mágoa me am ola eu tra nsformo em cantor ia

 

E7 A E
Não sei quem foi o po eta que com um nó na garga nta
  B E
Disse um dia apaix onado quem canta seu mal espa nta
E7 A E
Vivo distante da fa ma nem preciso muito d ela
  B E
Simples como a flor do c ampo eu levo essa vida tão b ela

 

Receba nossos artigos

 

Sobre nós:

A Primeiros Acordes tem como objetivo ensinar você a aprender a tocar no conforto de sua casa, com aulas, cursos, vídeo-aulas, métodos voltados para o aprendizado online.

Contato

Primeiros Acordes

Email: marcos.dupra@globo.com

Horário: 9:00 ás 18:00 hs

Não temos loja física